fbpx

Descubra como vender suas fotos através de um banco de imagens

A internet é, sem dúvidas, uma grande vitrine para o trabalho de qualquer fotógrafo, seja profissional, seja amador. A democratização das imagens é possibilitada pelos diversos aplicativos de fotografia existentes, e, além disso, as produções podem também ser divulgadas nas redes sociais.

Outra ótima oportunidade é vender fotos através de banco de imagens. Essa é uma forma de ampliar o portfólio, ganhar experiência em ações comerciais e gerar uma renda extra. Anunciar imagens é uma estratégia que o fotógrafo tem para aumentar a visibilidade do seu trabalho em diversas áreas.

Se você desconhece essa alternativa de comercialização de fotos, saiba que os bancos de imagens são portais que abrigam inúmeras fotografias disponíveis para uso pessoal ou mercadológico. Para facilitar o compartilhamento desse conteúdo, as imagens costumam ser livres de direitos autorais.

Para saber um pouco mais sobre o funcionamento desses portais, continue acompanhando este post. Reunimos aqui algumas informações sobre os bancos de imagens mais conhecidos. Confira!

iStock

Com imagens licenciadas em mais de 200 países e um número de clientes que ultrapassa a marca de 1,5 milhão, o iStock é um banco de imagens associado ao Getty Images que retorna 15% das imagens vendidas aos iniciantes na plataforma.

Os passos para fazer o cadastro consistem no preenchimento de um formulário e no envio de algumas imagens para serem avaliadas. Após a validação do perfil, o colaborador já pode acompanhar as suas vendas e, assim que for alcançado o valor mínimo de 100 dólares totais, sacar os seus ganhos.

Para ter acesso a mais vantagens no portal, você pode se tornar um colaborador exclusivo, o que demanda, pelo menos, 50% de taxa de aprovação e 250 downloads das imagens divulgadas. Essa modalidade não permite que as fotografias sejam vendidas em outra plataforma, mas, em contrapartida, o usuário cadastrado ganha cerca de 45% dos rendimentos.

Shutterstock

Segundo as informações divulgadas pela empresa, o Shutterstock é utilizado por mais de 150 países, com cerca de 500 milhões de dólares pagos pelas imagens aos colaboradores. Para poder usar a plataforma, é preciso enviar 10 fotos para análise, após o cadastro inicial.

Somente quando os documentos forem aprovados e as imagens validadas é que as fotografias poderão ser comercializadas. As fotos vendidas rendem ao usuário uma taxa que varia entre 20% e 30% do valor de cada uma. Mas vale ressaltar que essa porcentagem aumenta conforme o crescimento das vendas.

Existe, ainda, uma recompensa para aqueles que indicam a plataforma para amigos. Sempre que alguém comprar uma imagem de um colaborador de sua indicação, você ganha uma porcentagem mínima sobre a venda realizada.

Fotolia

Utilizar o Fotolia é mais uma forma de vender fotos através de banco de imagens. O portal, que pertence à empresa Adobe, é líder em vendas na Europa.

Para que o portfólio enviado seja aceito, é preciso respeitar algumas configurações preestabelecidas, como carregar imagens com até 30MB e resolução mínima de 2.400 × 1.600 pixels e fazer o envio sempre em JPEG.

O valor das vendas é classificado a partir de uma análise que a plataforma faz dos números de arquivos vendidos e dos níveis do usuário. Assim, o colaborador pode ter um perfil sem exclusividade, com apenas algumas imagens exclusivas, ou com total exclusividade.

Os ganhos de cada imagem comercializada vão de 25% a 63% no sistema pré-pago. Na modalidade por assinatura, essa porcentagem representa 33% de cada venda.

Dreamstime

O Dreamstime é outra plataforma de vendas de imagens que auxilia fotógrafos na comercialização de suas fotos.

Antes de iniciar a vender materiais, é necessário que a pessoa faça a inscrição no site, preencha o formulário de cadastro e carregue algumas fotos para avaliação. Quando o perfil estiver ativado e as imagens disponíveis no site, um e-mail de notificação será enviado ao usuário.

O valor das imagens é diretamente influenciado pelo número de downloads. Portanto, quanto mais uma imagem for baixada, maior será o seu preço. Nessa situação, o colaborador receberá de 20% a 25% do valor pago pela foto.

Outra condição é que, se as fotos forem de exclusividade da plataforma, o usuário ganha uma bonificação de 10%. Já os fotógrafos exclusivos podem ganhar até 60%, além do bônus por imagem vendida. Contudo, para sacar o valor recebido, você precisará acumular o montante mínimo de 100 dólares.

StockDrone

Para quem não sabe, uma tendência fotográfica que tem se tornado bastante popular é o uso de drone para fotografia. Esse equipamento permite que você registre suas imagens com alta qualidade de um ótimo custo-benefício: se comparado às câmeras profissionais, o investimento é muito melhor.

Assim como qualquer outra, as fotos produzidas com esse tipo de dispositivo possuem um alvo de mercado e também podem ser comercializadas em bancos de imagens. A plataforma que mais se encaixa nesse estilo de fotografia é a StockDrone. Para poder utilizar o portal, é necessário fazer a inscrição e escolher o tipo de assinatura desejada.

Em seguida, o colaborador passará para a etapa de configuração da loja, na qual fornecerá todos os dados de contato. Depois disso, é só ajustar o SEO da página, compartilhar o endereço nas redes sociais, checar as informações e iniciar as vendas.

As vantagens dessa plataforma é que ela promove a página de todos os colaboradores nas mais diversas redes sociais sem custo adicional.

Além disso, ela permite que cada um deles tenha seu próprio canal de comunicação com o cliente e que os valores das vendas sejam 100% revertidos para os fotógrafos — exceto as taxas bancárias. Ou seja, você terá ao seu alcance uma oportunidade única de melhorar seu trabalho.

O que não falta são oportunidades incríveis para que os fotógrafos divulguem o seu trabalho. Vender fotos através de banco de imagens, além de render um dinheiro a mais, possibilitará que as fotos sejam utilizadas por diversos segmentos do mercado, como lojas on-line, campanhas publicitárias, sites institucionais, entre outros.

Compreenda que a procura por imagens gratuitas ou exclusivas é bem alta, por isso, não deixe de aproveitar essa chance de fazer o seu trabalho ser reconhecido!

Gostou deste artigo sobre como vender fotos através de bancos de imagens? Então, aproveite a leitura e acesse a página da StockDrone para entender como você pode lucrar mais vendendo as suas fotos!

Endereço

  • Manutenção e Vendas: CLN 208 Bloco B loja 45
  • Escritório: SRTVS Quadra 701 Ed. Palácio do Rádio nº130
  • (61) 3222-1802
  • (61) 99616-5117

REDES SOCIAIS

Assine a Newsletter

Tudo sobre Drones, assine e não se arrependa!




MultiDrones © 2012 - 2018. Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por WOHO MKT