fbpx

Qual a relação entre drones e inteligência artificial?

Impulsionada pelo constante desenvolvimento da computação e da informática, a inteligencia artificial é o campo da ciência da computação que se propõe a elaborar dispositivos que simulam a capacidade humana de raciocinar. E qual a relação entre drones e inteligência artificial?

A cada evolução, novos elementos são agregados à IA, como os drones, que são veículos aéreos, e outros equipamentos, permitindo uma aprendizagem mais profunda para gerar soluções e resolver problemas. É por essa razão que a fusão entre esse campo da ciência com aparelhos robóticos é altamente promissora.

Isso porque a inteligência artificial aprimorou drasticamente a capacidade operacional dos veículos aéreos. A previsão é de que as aeronaves, por exemplo, ganhem cada vez mais autonomia, baseado nos investimentos realizados no setor e nos valores projetados para seu crescimento — mais que o dobro até 2020.

Continue acompanhando este artigo para entender mais um pouco sobre a relação entre os drones e a IA. Aqui, você verá como esse segmento do mercado vem crescendo e como as miniaeronaves vêm sendo utilizadas nesse meio. Confira!

Um pouco da história da IA

Inicialmente, por volta da década de 40, quando as pesquisas sobre essa ciência estavam apenas começando, seu objetivo primário era somente descobrir novas funcionalidades para o computador, também em desenvolvimento na época.

Ao longo do tempo, diversas linhas de estudo da inteligência artificial surgiram, incluindo a biológica, cujo objetivo é estuda formas de imitar as redes neurais humanas. Seu propósito era criar aparelhos para realizar as tarefas mais complexas da humanidade.

Devido a todo o trabalho e estudo realizado desde então, hoje, podemos contar com a presença da IA em inúmeros aspectos da vida real, como em programas de computador, jogos eletrônicos, aplicativos de segurança, dispositivos de reconhecimento de escrita, a robótica (robôs auxiliares como os drones) e tantos outros setores.

Além disso, a inteligencia artificial tem sido de grande ajuda em vários segmentos do mercado, como a medicina, diminuindo erros médicos e aperfeiçoando pesquisas, o campo da saúde pública, para encontrar a cura de inúmeras doenças, e o resgate de pessoas, por exemplo, fazendo buscas mais assertivas.

A relação entre os drones e a inteligência artificial

Os VANts — Veículos Aéreos Não Tripulados — estão cada vez mais populares e procurados em muitas áreas. Atualmente, o uso dessas aeronaves na obtenção de dados está sendo aplicado no rastreamento de tempestades, inspeção industrial, agricultura de precisão, previsão do tempo e em busca e salvamento, como citamos acima.

A partir da tecnologia da IA, é possível programar drones para a prevenção e a previsão de futuros desastres, utilizando-os em inspeções automatizadas de infraestruturas. Afinal de contas, já vimos que esse aparelhos contribuem para o aumento da produtividade de qualquer tarefa e na segurança das operações.

Remediação de catástrofes

Não é de hoje que os drones são usados pelas forças de segurança e emergência para fiscalização. Novas atividades relacionadas ao auxílio da população aparecem gradativamente.

Um bom exemplo disso é no que uma companhia telefônica dos EUA vem trabalhando recentemente; fornecer redes de telefonia e outros serviços para regiões que não contam com torres de comunicação.

Parte desse projeto nasceu após a catástrofe natural que foram os furacões Harvey e Maria, que atingiram diversas localidades norte-americanas e destruíram várias torres telefônicas. A empresa investiu na instalação de hotspots para celulares a partir de mastros erguidos por VANTs para fornecer o serviço à população.

A companhia ainda idealiza novas funções para os drones. O objetivo é implementar o equipamento com câmeras mais sofisticadas e, assim, coletar dados fotográficos sobre as pessoas que estão em zonas de desastres, enviando-os para o centro de comando e dando aos pesquisadores uma noção melhor da situação do local.

Manutenção industrial

Uma atividade que representa um risco considerável para os profissionais da área é a manutenção industrial. A tarefa exige que trabalhadores subam torres de operação que possuem cerca de 60 metros de altura e expelem gases de alta temperatura.

Com o intuito de realizar seu trabalho de forma segura, os técnicos precisam esperar as torres serem desligadas dias antes, para, então, esfriarem.

Felizmente, todo esse trabalho perigoso não é mais necessário. Pelo menos, não é mais responsabilidade dos profissionais. Com os drones, o processo pode ser feito mais rapidamente e eficientemente; os equipamentos conseguem se aproximar das torres em altas temperaturas e entrar nos tanques de vapor em funcionamento.

Além disso, as aeronaves também captam vídeos e imagens com a ajuda da inteligência artificial, o que representa inúmeros ganhos para o processo de monitoramento, como elaborar estratégias eficazes para uma série de reparos na fábrica.

Abertura das olimpíadas

Outra área em que os drones marcam presença é a produção de eventos. A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang ganhou uma atração que entrou para o Guinness World Record.

Mais de 1200 drones iluminaram os céus naquela noite, com parte deles formando o símbolo oficial das Olimpíadas. Foram tantas aeronaves que o acontecimento superou o recorde anterior, que pertencia à Alemanha, com 500 aparelhos sobrevoando os céus em 2016.

O show de luzes contou precisamente com 1218 drones equipados com luzes de LED que podiam fazer mais de 4 bilhões de combinações de cores. Todos eles foram controlados à distância, além de também terem sido responsáveis pela entrega das medalhas aos atletas participantes.

É notável que a inteligencia artificial vem revolucionando a forma como as pessoas trabalham e realizam suas atividades no mercado. Por possuírem tamanho reduzido e serem controlados remotamente, eles têm espaço o suficiente para transportar rapidamente cargas úteis e acessar locais íngremes.

E os avanços tecnológicos só aumentam; unido com a IA, a visão é de que os drones evoluam para versões semiautomáticas e que “pensam” por si só. Combinando as duas ciências, as possibilidades para que esses equipamentos tomem decisões diante de algumas situações já é uma realidade.

Bom, agora que você já entendeu como essas duas tecnologias interagem e como essa relação beneficia o mercado de trabalho e os diversos segmentos presentes nele, não perca tempo e compartilhe este post em suas redes sociais! Mostre aos seus amigos que você está por dentro do assunto.

 

O que você acha disso? Deixe aqui a sua opinião!

Endereço

  • Manutenção e Vendas: CLN 208 Bloco B loja 45
  • Escritório: SRTVS Quadra 701 Ed. Palácio do Rádio nº130
  • (61) 3222-1802
  • (61) 99616-5117

REDES SOCIAIS

Assine a Newsletter

Tudo sobre Drones, assine e não se arrependa!




MultiDrones © 2012 - 2018. Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por WOHO MKT

Minimum 4 characters