fbpx

Filmagem com drone: descubra como criar vídeos incríveis

A filmagem com drone é muito vantajosa porque o Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) oferece mais acessibilidade e conta com funcionalidades que facilitam a operação, além de ser uma forma muito mais barata e inovadora que helicópteros, por exemplo.

Se bem feitos, os vídeos podem ser impressionantes, pois permitem que o operador acesse áreas e condições impossíveis de serem vistas por meios convencionais de criação de vídeos aéreos.

Porém para que o projeto seja bem-sucedido, é preciso que o profissional tenha alguns cuidados e habilidades técnicas com a câmera que apresentaremos agora neste post. Quer fazer uma filmagem com drone incrível? Continue a leitura!

Como o drone funciona?

São veículos voadores de pequeno a médio porte comandados remotamente por dispositivos móveis ou controles via rádio, operados por pessoas que se encontram no chão.

Podem ser compostos em sua maior parte por fibra de carbono, o que confere sua resistência e leveza, e algumas partes em metal e plástico (parafusos, bateria e motores).

São diversos modelos, que variam entre formatos, funcionalidades e posição das hélices e motor. A maioria tem quatro motores elétricos nas extremidades dos seus eixos.

Por questões de peso, as baterias são menores e, por isso, os drones não têm muita autonomia de voo. Contam também com uma placa lógica com os sistemas de navegação (GPS) e controle em que é possível traçar um trajeto para que ele possa percorrer e definir a velocidade a ser utilizada.

Os modelos mais utilizados para obter fotografias e vídeos são o DJI Phantom 4, um dos mais evoluídos do mercado, o Phantom 4 Pro, versão atualizada da anterior, o DJI Mavic, que é bem mais acessível e o DJI Inspire 2, que oferece recursos modernos para gravações de máxima qualidade.

O que é preciso para realizar a filmagem com drone?

Planeje o voo

O início do trabalho acontece com o plano de voo, em que é determinada a rota realizado o teste de cena, reconhecidos os possíveis obstáculos e os melhores ângulos para obter imagens surpreendentes.

Nessa etapa também é importante verificar a fixação dos equipamentos e a quantidade de baterias e dispositivos para armazenamento dos arquivos produzidos.

Além disso, é essencial conferir a regulação do voo no espaço aéreo escolhido e cadastrar o veículo a ser utilizado na ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), para garantir a viabilidade e a segurança do voo.

Confira as condições climáticas

Evite intempéries. Ventos fortes ou chuvas podem atrapalhar a qualidade do material — qualquer gota de água na lente inviabiliza a filmagem. Consulte aplicativos de previsão meteorológica e troque o dia da gravação se as condições não estiverem favoráveis.

Ajuste as configurações da câmera

Verifique todas as possibilidades da câmera, que incluem filtros, polaridade das lentes, ISO, contraste, saturação da imagem, entre outros, para aproveitar ao máximo o potencial e as funcionalidades do equipamento.

Mesmo que muitas câmeras tenham uma configuração padrão, a maioria varia entre 12 e 20 megapixels, o que deve ser escolhido conforme a qualidade da imagem que se deseja obter.

Para não produzir ruídos, é recomendado configurar o ISO abaixo de 100, com o modo manual pode-se fotografar com um frame rate (taxa de quadros) dupla, em fotografia até 25 fotogramas por segundo, configure a velocidade do obturador em 1/50, acima de 30 fotogramas, 1/60, por exemplo.

Utilize os dois eixos de movimento e vários ângulos

Caso o voo da filmagem tenha sido em uma direção específica, utilize o movimento inverso na próxima tomada de cena. Varie também em voos laterais e de altitudes diferentes para aumentar o dinamismo do vídeo e ângulos diferentes num mesmo local para selecionar posteriormente o ideal.

Faça tomadas de cena a mais

Faça mais cenas para que sejam escolhidas as melhores. Isso garante a possibilidade de uma edição de qualidade. Para isso, filme sempre três segundos a mais.

Use filtros

Filtros, como ND (densidade neutra), permitem que parte da entrada de luz seja bloqueada. Isso porque ele é feito de vidro semitransparente que, quando acoplado a lente, provoca esse efeito de modificação na intensidade de iluminação sem alterar a tonalidade da imagem.

  • em filtros ND quanto maior o número, maior a luz recebida: ND2, por exemplo, será de 1 stop — medida de exposição referente a quantidade de luz que entra na lente, ND4 em 2, ND8 em 3 e assim por diante;
  • filtros de densidade neutra são ideais para vídeos;
  • quando se duplica o número de quadros por segundo obtém-se um efeito de cinema na filmagem, 4K a 24fps disparado a 1/50 de segundo, por exemplo;
  • filtros neutros não podem sem usados em situações de pouca luz;
  • em baixa iluminação utilize filtro polarizador, que reduz o brilho, aumenta a saturação da cor e permite velocidade de obturador mais lenta;
  • verifique a presença de reflexo no solo em relação a câmera, especialmente, nas cenas próximas à água.

Como finalizar o trabalho com a edição do vídeo?

Nessa fase, a seleção de cenas é imprescindível, afinal, toda imagem que não tiver qualidade suficiente deve ser descartada para não prejudicar o resultado final, assim como movimentos bruscos, instabilidade, presença de hélices no quadro, iluminação inadequada entre outros. Evite cenas muito longas, que entediem o espectador e diminuam a dinâmica do vídeo.

Além disso, a trilha sonora deve combinar com o objetivo do trabalho, pois precisa estar presente em toda a montagem e definirá o tom que se deseja atingir. Ela pode ser escolhida em plataformas como YouTube ou MusicBed, por exemplo, e mixada por meio do Adobe Audition.

Para realizar a edição do vídeo, alguns softwares, como Adobe Premier Pro, Adobe After Effect e Adobe Audition podem ser utilizados a fim de remover as imagens com máscara e rastreamento, corrigir o horizonte desigual da câmera ou remapear o tempo, por exemplo.

Com o plugin ReelSmart Motion Blur é possível criar um efeito cinematográfico nas imagens. O DEFlicker elimina-se ou reduz-se a cintilação das cenas, enquanto o Optical Flares adiciona flares nos vídeos.

Após o processo de edição, a cor, luminosidade e curva de saturação das imagens obtidas deve ser corrigida, a fim de nivelar o resultado e manter o padrão em todo o vídeo.

Por último, crie uma capa condizente com o projeto, que chame a atenção e demonstre como a sua filmagem com drone produziu um vídeo altamente profissional!

Agora que você sabe como fazer uma filmagem com drone que seja incrível, que tal compartilhar sua experiência nos comentários?

O que você acha disso? Deixe aqui a sua opinião!

Endereço

  • Manutenção e Vendas: CLN 208 Bloco B loja 45
  • Escritório: SRTVS Quadra 701 Ed. Palácio do Rádio nº130
  • (61) 3222-1802
  • (61) 99616-5117

REDES SOCIAIS

Assine a Newsletter

Tudo sobre Drones, assine e não se arrependa!




MultiDrones © 2012 - 2018. Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por WOHO MKT

Minimum 4 characters